Operação Jaraguá

            A ideia da OPERAÇÃO JARAGUÁ baseia-se num modelo misto utilizado recentemente nas atividades do Grande Jogo e da Virada Senior. Consistirá basicamente numa grande atividade de Patrulhas onde cada Patrulha de cada ramo deverá cumprir no menor tempo possível a maior quantidade de atividades oferecidas.

As atividades estarão distribuídas da seguinte forma:

Bases: Serão instaladas bases ao longo do parque com atividades propostas para as patrulhas. Uma vez cumprida a atividade (atingido o objetivo), a patrulha recebe uma moeda, referente ao desafio atingido.

A participação nas bases é livre (com exceção da base 17) desde que cada patrulha passe uma vez em cada atividade escolhida. A primeira base será determinada pela organização do evento, de maneira a garantir que não haja congestionamento no início.

O circuito de bases também será dividido em dois, sendo o Amarelo na parte baixa e o Verde na parte alta.

A pontuação nas bases será conforme o cumprimento da tarefa (cumpriu/não cumpriu).

BASES:

A ideia é ter um escotista (e não um grupo) responsável por base. O número de bases pode variar, conforme o número de participantes/escotistas. Algumas bases necessitarão de montagem prévia (como a do Acampamento Modelo) enquanto outras devem ser mais simplificadas. Abaixo constam algumas ideias de base.

Devem haver dois circuitos de bases, sendo distribuídas entre a parte baixa e parte alta do Parque.

Ao receber a patrulha, o escotista deve pedir que dêem o grito e se apresentem. O escotista deve zelar pela boa apresentação dos jovens em termos de uniforme/traje, postura escoteira, segurança e alimentação (verificar se os jovens estão hidratados e alimentados).

Devem ainda deixar claro qual o desafio a ser cumprido para a patrulha e fixar desafios diferentes para os ramos, se possível (uma exigência um pouco maior para o ramo sênior/pioneiro é desejável, desde que exequivel).

Base ATIVIDADE BREVE DESCRIÇÃO MATERIAIS
1 Nós do jeitinho do cartão – CH. MICHAEL – GE TIRADENTES Utilizar sacos com os nomes dos nós e com a forma de fazer. Os Escoteiros/Seniores devem retirar em um saco o nome de um nó e em seguida, de outro a forma como devem fazê-lo. Nó, sempre no tempo de 1 minuto.
Formas de fazer o nó (sugestões): com uma mão; normal; utilizando uma mão e o companheiro da esquerda utilizando outra mão; de cabeça para baixo – o resto da patrulha vira o jovem; mão gomada – com a mão enfaixada por fita gomada (se for com papel higiênico, não pode rasgar enquanto faz o nó); mão nas costas; vendado etc.
papéis com nomes de nós, papéis com as formas de fazer os nós, cabos, fita gomada (ou papel higiênico) e venda
2 Sopa de letrinhas – CH. JULIANA – GE AGUIA BRANCA
Num local de acesso mediano é colocada uma panela com água e dentro dela vários “macarrõezinhos de letrinhas”. A Patrulha recebe também um cartão (colorset preto) onde deverá escrever o nome da patrulha e o nome de seu grupo escoteiro(pode-se também colocar os nomes dos jovens) utilizando apenas as letrinhas da sopa. A patrulha toda deve se revezar para cumprir a tarefa. Macarrão para Sopa de letrinhas, papel craft preto, panelas, sisal, água
3 Cena do crime – CH. FILIPE – GE TUIDARA A patrulha é recepcionada num local e deverá observar os objetos e cenas apresentadas, devendo relatar, num texto, o que houve, o que ocorreu e como ocorreu. Folhas padrão para o relatório material para cena do crime
4 Tirolesa – CH. GLEDSON – GE TIRADENTES Consiste em um cabo aéreo ancorado entre dois pontos, pelo qual o praticante se desloca através de roldanas conectadas por mosquetões a um arnês. Tal atividade permite ao praticante a sensação de sobrevoar o terreno que passa por baixo, sem exigir esforço físico do praticante. Cabo, material de segurança, roldanas, mosquetões
5 Fotografia Escoteira – CH. JUCA – GE QUARUPE A patrulha deverá “sortear” um cartão com sugestões de situações e trazer ao menos três fotos referentes a esse mesmo assunto (exemplo: um escoteiro conversando com um usuário, um escoteiro devidamente uniformizado/trajado, um escoteiro conversando com um chefe, etc). As fotos digitais deverão ser descarregadas num computador. Pelo menos dois computadores, cada patrulha deve trazer sua máquina fotográfica/celular com condições de descarregar as fotos.
6 Garbo – CH. EDSON – GE do Ar CRUZ DE MALTA JABAQUARA (8ª ÁREA)
A patrulha deve se apresentar, identificando elementos coretamente trajados e o que está errado/equivocado em seus trajes/uniformes. A ideia é uma autoavaliação a respeito do bom uso do traje/uniforme, incentivando a patrulha verificar no que pode melhorar neste aspecto. Cartazes com traje/uniformes corretos, P.O.R. e folhas para “relatório da patrulha”
7 Kim com os pés – CH LILIAN – GE ARAGUAÇÚ Descalsos, os integrantes da patrulha entram numa piscininha ou área com água e tentam descobrir os objetos submersos apenas tateando com os pés.Para cumprir a patrulha deve acertar no minimo 2/3 dos objetos. Piscininha de lona, 24 objetos distintos, papel e caneta
8 Emergências do dia-a-dia – CH. EDSON e CH. THOMAS – GE ORZEL  Como principal tarefa, saber realizar  manobras de reanimação (Suporte Básico de Vida) e enfatizar a importância de saber quando um paciente pode ser transportado e como não agravar as lesões no transporte. Boneco(para manobras) e Caixa de primeiros socorros,
9 Carta código – CH. BRUNO – GE TIRADENTES A patrulha recebe uma carta-código, decifra a carta e cumpre a tarefa prevista (pode ser a execução de um nó, de um hino – rataplã ou Nacional, ou qq outra tarefa). Cartas codificadas e material para a execução das tarefas propostas
10 Pista de obstáculos – CH PEDRO – GE TABAPUÃ Pista com áreas para rastejar, pular, passar…  Toda a Patrulha deve passar (ao menos que haja alguma identificação de necessidade especial, fobia ou limitação indicada na Inscrição ou Secretaria) Material para obstáculos
11 Entrevista maluca – CH MARCOS – GE GUIARÁ A patrulha chega a um local, o chefe sorteia uma profissão e a oculta. A patrulha deve então fazer perguntas a ele, que responderá apenas SIM, NÃO, INDIFERENTE. A patrulha deverá acertar a profissão, a partir das respostas às perguntas formuladas. Se atender a duas patrulhas paralelamente, a que acertou segue e a que errou fica para mais um sorteio. Papéis com nomes das profissões
12 Escalada de Bronwsea CH. JURANDYRGE do Ar CRUZ DE MALTA JABAQUARA (8ª ÁREA)
Perguntas sobre a história de B-P e do escotismo. A patrulha segue em frente se responder a 5 questões corretas. Caso tenha algum erro nas 5 primeiras questões, a patrulha continuará a receber perguntas, porém sem ter direito aos pontos de bônus por acerto) Perguntas sobre a história do escotismo e sobre a história de Baden-Powell.
13 Cartãozão de aniversário – CH LORENA – GE QUARUPE Marco simbólico pelos 50 anos do Parque Jaraguá (faixa, cartaz de craft, etc) onde os jovens deixarão mensagens a respeito da imortância do parque. Tinta, faixa ou papel, pincéis, canetinhas
14 Tela panorâmica – CH JOÃO – GE QUARUPE Construção de uma tela panorâmica e desenho de uma paisagem escolhida. Cada jovem deverá fazer seu desenho, após breve instrução a respeito de técnicas de desenho. Papelão, barbante, furados, papel, lápiz(cada jovem deve trazer pedaço de papelão de 30cm X 20cm)
15 Orientação – CH. RINALDI – GE do Ar CRUZ DE MALTA JABAQUARA (8ª ÁREA)
Após pequena fala sobre orientação, é dado um “azimute” para a patrulha e ela deverá seguir corretamente, “com e sem bússola”. Bússola, rosa dos ventos
16 Tzuru – CH MARINA – GE SANTO ANTONIO Cada jovem deverá fazer um Tzuru, após conhecer seu significado. Papel para dobradura
17 Pista de Arborismo – CH. MARCOS DAU – GE TIRADENTES
Construir uma pista de cordas por onde os jovens da patrulha deverão passar, com diferentes graus de dificuldade. Dois membros da Patrulha devem passar pela pista enquanto uma tarefa aleatória é dada aos demais membros da Patrulha ( por uma questão de tempo, sugerimos que a Patrulha indique apenas dois membros para passar). Cordas, material de segurança

Banca de Atividades –

CH. CAROL – QUARUPE

CH WILSON – BLIA

CH ALEXANDRE – BLIA

CH ANA – TIRADENTES

CH ERICK – QUARUPE

Cada patrulha/equipe receberá uma carta com 12 tarefas a serem cumpridas ao longo do dia. A patrulha/equipe deve cumprir ao menos 4 (para o ramo escoteiro) ou 6 (para o ramo sênior/pioneiro) destas tarefas durante o dia. A apresentação das tarefas cumpridas deve ser feito à banca examinadora, sendo que para cada tarefa receberá uma moeda específica. A apresentação pode ocorrer a qualquer momento (ou no final). Notebook ou netbook

Escoteiro por um dia – CH. LECÃO

Atividades para os jovens que estão no parque, mas não são do Movimento Escoteiro materiais diversos

CUSTOS:
Por ser uma atividade simples, a sugestão de custo é de R$ 5,00 por pessoa, incluindo distintivo e certificado. Pelo caráter de urgência, cada base deverá providenciar seu próprio material.

INSCRIÇÕES:

O Grupo envia a Ficha Resumo por e-mail/fax até a data prevista. No dia, o escotista responsável entrega as autorizações.

O prazo de pagamento pode ser até dia 2 de maio, segunda-feira.

Os modelos de ficha a ser utilizado são os mesmos dos eventos anteriores.

REUNIÕES:

Data Local Objetivo
quarta-feira – 13 de abril “casa do Robson” Apenas Direção Distrital – para acertar detalhes
sexta-feira – 15 de abril Colégio Mário de Andrade Reunião geral para discussão do projeto/distribuição de tarefas
terça-feira – 3 de maio Colégio Mário de Andrade Detalhes finais
A definir
A definir Reunião para avaliação da atividade
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s